As pessoas que já passaram por isso sabem: ter seu smartphone roubado, furtado ou perdido é extremamente frustrante. Além de ter que abrir mão de um objeto que gostava, você ainda corre o risco de perder todos os seus arquivos, dar acesso à outra pessoa dados pessoais e ter seu número usado para fins ilícitos. Como resolver estes problemas?

Existem maneiras de proteger os seus dados e facilitar a localização do aparelho. Confira 6 dicas abaixo:

Sempre faça backups

É fundamental fazer backups constantes não só para proteger seu smartphone em casos de roubo, mas também para perda, problemas no aparelho ou acidentes. Existem várias opções de aplicativos que fazem backups em nuvem, inclusive, softwares já instalados como padrão nos sistemas Android e iOS.

Aumente a frequência destes backups caso o seu smartphone possua muitos arquivos de trabalho.

Descubra seu número IMEI

O IMEI é um número de identificação única, composto por 15 dígitos, que é atribuído pelo fabricante a todo aparelho. Existem duas maneiras muito fáceis de descobri-lo: na caixa do aparelho ou digitando *#06# no celular. Sempre anote este número em um local seguro, onde você possa acessar rapidamente em caso de roubo.

Com esse número, a operadora pode promover o bloqueio do aparelho, eliminando a possibilidade de fazer ligações e acesso à internet, deixando-o praticamente inútil para quem o furtou.

Tente localizar o smartphone pela internet

Outra forma de proteger seu smartphone é pela localização remota. Para o sistema Android, geralmente é necessário instalar um aplicativo, já o sistema iOS possui a função “Find my iPhone” como padrão. Isto é especialmente útil quando o aparelho está próximo e você aborda um policial ou quando — e isto acontece! — seu aparelho for encontrado por uma pessoa honesta. Sempre tente localizar seu smartphone antes de bloqueá-lo ou apagar os dados remotamente.

Bloqueie os dados remotamente

Talvez esta seja uma das mais importantes dicas para proteger seu smartphone em caso de roubo: bloquear os dados o mais rápido possível. Você não quer que um ladrão tenha acesso aos seus contatos, fotos, documentos e possa utilizá-los para outros fins ilícitos, não é mesmo?

No iPhone, o app que permite o bloqueio de dados é o mesmo usado para a localização, o “Find my iPhone”. Já para aparelhos que possuem o sistema Android é necessário instalar um aplicativo de segurança específico, dentre várias opções na Play Store.

Informe a operadora e bloqueie o número

Assim que perceber o roubo, ligue para operadora e comunique a perda do seu celular. Eles irão imediatamente fazer o bloqueio da linha. Com isso, a pessoa que furtou seu aparelho não poderá realizar ligações em sua linha e você se protege da possibilidade de ter o seu número associado a alguma outra prática ilícita.

Depois de ter a linha bloqueada, é fácil ir em qualquer loja da sua operadora e comprar um chip com o mesmo número anterior. Normalmente, a linha é reabilitada em menos de 48 horas.

Faça um boletim de ocorrência (B.O.)

Um boletim de ocorrência na Polícia Civil não vai diretamente proteger seu smartphone, mas ele pode ser pré-requisito para conseguir ser reembolsado pelo seu seguro. Em casos de roubo (quando há um assaltante, por exemplo), o registro deve ser feito em uma delegacia; em casos de furto (em situações como quando o aparelho é tirado de dentro da bolsa), muitos estados já aceitam que o B.O. seja feito através da internet.

Registrar o boletim é importante também para que o roubo ou furto seja computado nas estatísticas da Secretaria de Segurança do seu estado e da sua cidade, ajudando as polícias a realizarem um plano de segurança mais adequado para a região.

 

Se você souber de outras dicas que garantem a segurança dos dados do smartphone, compartilhe conosco nos comentários (: