Quando o primeiro iPhone chegou ao mundo, muitas pessoas correram para as portas das Apple Stores em busca do seu primeiro smartphone. O smartphone não só levou o controle dos aparelhos para a ponta dos nossos dedos, mas também criou novas formas de vender software e tornou a tecnologia mobile poderosa. Hoje, o celular se estabeleceu como o líder do mercado de telefones móveis.

Quer saber o motivo? Leia o nosso texto de hoje e conheça a evolução do iPhone!

Primeiro iPhone: aposentando a Stylus

Quando foi lançado, o primeiro iPhone era mais leve, menor e mais simples do que o atual. Mesmo assim, ele era diferente de tudo aquilo que já tinha sido lançado!

Não tinha teclado físico, mas possuía uma tela sensível ao toque multi touch e um teclado virtual realmente prático. Mesmo sem possuir suporte a aplicativos nativos, foi um sucesso de vendas.

iPhone 3G e 3Gs: inaugurando um novo ciclo de updates

Os modelos 3G e 3Gs colocaram a Apple em par de igualdade com o Android em funções e auxiliaram o modelo a manter a sua liderança entre os smartphones mais vendidos do mundo. Eles eram feitos de plástico, vinham com hardware poderoso e novas opções de cor.

A segunda versão do aparelho trouxe a compatibilidade com redes 3G, GPS nativo e a App Store, loja responsável pela venda de bilhões de apps nativos. A sua “reestilização” veio por meio do 3Gs, que era mais rápido e com uma câmera potente. Novas funções, como a gravação de vídeos, o foco automático, os comandos de voz e a tela resistente à oleosidade levaram as possibilidades de uso do aparelho para um novo patamar!

iPhone 4 e 4s: o poder do Retina Display

Por muitos anos, as telas de aparelhos telefônicos possuíam a menor resolução possível. Entretanto, com a evolução do iPhone 4, isso mudou.

O dispositivo pode ser considerado a segunda grande mudança na linha, com perfil mais fino, acabamento em vidro e alumínio e a tela com a maior resolução já lançada. Chamada de Retina Display, o visor se tornou conhecido pelos pixels invisíveis.

Apesar dos 960×640 pixeis parecerem baixos para os padrões atuais, já era o bastante para esconder qualquer pixel do olho humano. Além disso, foi introduzido um novo processador, uma câmera frontal para o uso do Facetime e o dobro de memória RAM!

Quinta geração

Possuindo, a quinta geração do iOS, um processador de dois núcleos, o iPhone 4s era idêntico ao seu antecessor. Com a nova câmera, já era possível fazer vídeos em Full HD e, por meio dos microfones, ter acesso à Siri, a assistente virtual da Apple.

iPhone 5: o primeiro aparelho de uma Apple sem Jobs

Uma das grandes polêmicas da evolução do iPhone sempre foi o tamanho da tela. Até a versão 4s, a Apple manteve o mesmo padrão para o visor.

Isso acabou com a evolução do iPhone 5 que, além de uma tela maior, trouxe o conector lightning, um novo fone de ouvido e um acabamento totalmente em alumínio. A compatibilidade com as redes 4G/LTE foram responsáveis por novos aplicativos, mais integrados à web. Já a câmera, ganhou uma lente de safira, mais resistente e capaz de dar o brilho ideal para as fotos panorâmicas!

iPhone 5s e 5c: evoluindo e criando novas perspectivas

O iPhone 5s foi a evolução do 5. Com design quase idêntico, o modelo trouxe upgrades de hardware e novas opções de cores. Por meio do Touch ID e a arquitetura de 64 bits, o aparelho quebrou novos paradigmas de segurança e poder de processamento!

Já a evolução do iPhone 5c, internamente, em pouco se diferencia do 5. O principal diferencial do modelo, que possui acabamento em plástico, são as 5 cores em que ele foi disponibilizado.

iPhone 6 e 6s: maior e mais fino

Os últimos modelos lançados pela Apple mudaram tudo — de novo. Mais uma vez, a empresa se rendeu à necessidade de criar telas maiores, disponibilizando dois modelos com tamanhos de display diferentes. Ambos trouxeram upgrades de hardware e novas cores, sendo a evolução do iPhone 6s o primeiro a vir com o 3D Touch, tecnologia semelhante ao Force Touch, que detecta a pressão aplicada na tela.

Quer comprar um iPhone? Então clique aqui e escolha o seu modelo!