Esse problema acontece com muita gente: você vai tentar instalar um novo aplicativo em seu smartphone e aparece a mensagem de erro dizendo que a memória Android está cheia. Mesmo aquelas pessoas que não costumam armazenar muitos arquivos no seu celular podem ser surpreendidas por esta mensagem de erro, afinal, o Android possui mais de uma forma de gerenciar o seu espaço.

Onde você costuma salvar os seus arquivos: na memória Android interna ou no cartão SD? A maioria dos smartphones Android, como o Moto G 2ª Geração ou a linha Galaxy da Samsung, possui estes dois jeitos de armazenar dados. No entanto, o sistema não costuma saber a melhor forma de administrar estas duas partes, o que pode ocasionar esta mensagem de erro que denuncia a falta de espaço.

E como liberar espaço?

Em suas versões mais recentes, como KitKat e Lollipop, o sistema operacional do Google possui uma forma bem fácil e precisa de visualizar o espaço utilizado no aparelho. Para fazer isso basta acessar as configurações de armazenamento. Lá, é possível ver o quanto da memória interna está ocupado e o status de espaço do cartão SD. Vale lembrar que não são todos os modelos de smartphone Android que suportam o uso de cartões.

Procure por aplicativos que estejam utilizando muita memória. Considere excluir aqueles que você não utiliza mais, ordenando a lista do maior para o menor.

Leia também: “Android ou iOS: Qual é Melhor?”

Só que não são somente apps que ocupam espaço no seu smartphone. Se você tira muitas fotos e grava muitos vídeos, estes arquivos também ocupam espaço substancial. Que tal movê-los para o seu computador e gravar tudo em um CD ou DVD? Assim, você deixa o seu celular mais leve e mantém seus arquivos bem guardados.

Outro elemento pode encher a memória e não é tão fácil de visualizar: o chamado cache é o conjunto de arquivos temporários de aplicativos, que são criados para proporcionar uma experiência mais veloz para o usuário. Estes arquivos são armazenados no celular e não costumam ser apagados, mesmo quando acaba o espaço.

Para liberar o cache dos seus apps, basta seguir para a tela de configurações de apps, selecionar um deles e escolher “limpar cache”. Aplicativos como Facebook, Instagram e Snapchat costumam armazenar muito esses dados, comprometendo a memória do smartphone.

celular-android-com-memória-cheia-trocafone

Evitando memória cheia

Em geral, o sistema operacional do Android não consegue administrar muito bem o seu próprio espaço mesmo quando é possível armazenar mais dados. Mesmo se o cartão SD está livre, o sistema pode exibir o erro de memória cheia caso o seu armazenamento interno esteja lotado.

Ao acessar as configurações de armazenamento do seu dispositivo Android, fica muito mais simples de compreender. Existem dois locais onde os arquivos são salvos: o cartão SD e a memória interna. Quando o sistema percebe que o armazenamento interno está cheio, ele impede a instalação de novos aplicativos ou a captura de novas fotos.

O ideal é transferir apps e fotos para o cartão SD. Desta forma, é liberado espaço na memória interna. Essa funcionalidade depende do modelo do aparelho e do aplicativo em questão, mas na maioria das vezes basta visualizar as configurações, escolher o app e selecionar “Mover para SD”. Já para mudar o local de armazenamentos de fotos, é preciso acessar as configurações do aplicativo de câmera do celular.

android-memoria-cheia-2-trocafone

Escolhendo o celular certo na hora de comprar

Existem diversos tipos de perfis de usuários de smartphone. Se você costuma ter muitos problemas com armazenamento de dados, é porque costuma utilizar bastante este recurso, seja guardando muitas fotos e arquivos ou baixando muitos apps. Portanto, na próxima vez que estiver pesquisando um smartphone para comprar, lembre-se de levar em conta o quanto de memória interna ele possui. Aparelhos como o Galaxy S6 Edge, ou mesmo Moto G3 são reconhecidos por sua ótima performance e boa capacidade interna, de 32gb/64gb e 16gb respectivamente.

Também há um fator que colabora muito para que os dispositivos Androids façam tanto sucesso, a capacidade de expandir a memória utilizando cartões Micro SD. Ou seja, o céu é o limite. Porém, é preciso verificar até quanto a memória do seu smartphone pode ser expandida.

Além destes, na Trocafone você encontra uma série de modelos de celulares seminovos para viver com mais tecnologia sem precisar gastar muito! Nas especificações de cada aparelho, é possível conferir o quanto ele possui de memória interna e escolher aquele que melhor se encaixa dentro das suas necessidades.

E aí, esse post te ajudou a esclarecer as suas dúvidas? Comente e continue navegando aqui no blog!