A Revolução Tecnológica e o Desenvolvimento Econômico são duas das razões para alteração do estilo de vida e do consumo da população, além de mudar o modo de produção, segundo publicação do Brazilian Journal of Development.

Com isso, há um aumento da criação de resíduos sólidos e, consequentemente, surge a necessidade de políticas para redução e promoção do reaproveitamento desses elementos.

A partir dessa demanda, surge a Economia Circular (EC), conceito que visa a utilização, a reutilização e a reparação das matérias-primas e da energia, a fim de reduzir, ao máximo, o desperdício.

Para quem se preocupa com a sustentabilidade, a Economia Circular é um grande passo no trajeto para alcançar o desenvolvimento sustentável. 

Se você faz parte desse time e quer saber mais sobre esse tema, continue a leitura deste artigo. Vamos juntos?

O que é Economia Circular?

Falar sobre Economia Circular é pensar no fato de que, para alcançar um desenvolvimento sustentável, há de se abandonar o ritmo linear de produção que é visto na maior parte das linhas de fabricação.

O conceito de Economia Linear está atrelado à ideia de fim da vida de um determinado produto. Enquanto isso, a Circular aposta na ideia de um fluxo em círculo, que permita aos materiais terem um ciclo de adição e retenção de valor, além da regeneração dos recursos naturais, para, então, preservar o meio ambiente.

Objetivos da economia circular

A EC possui um objetivo geral do qual se despregam alguns objetivos mais específicos. Esse escopo principal é o correto gerenciamento dos recursos naturais existentes.

A partir desse, se desprendem outras intenções como: 

  • Incentivar o Design para garantia da circularidade;
  • Criar condições econômicas para a transição de economia linear para circular;
  • Investir em inovação e infraestrutura;
  • Possibilitar a colaboração para transformação do sistema.

Exemplos de Economia Circular

Mesmo que ainda possa evoluir muito, a Economia Circular tem exemplos vivos de iniciativas que deram certo. Com base no texto da World Economic Forum, pegamos cinco exemplos de projetos de EC. Você pode conferir abaixo:

  • A Algramo oferece uma tecnologia de plataforma multimarca omnichannel, a qual permite que marcas e varejistas vendam produtos de bens de consumo pelos preços mais acessíveis.
  • A BIOHM é uma empresa de biotecnologia que revoluciona a indústria da construção circular, criando materiais de construção e métodos de fabricação a partir de materiais sustentáveis ​​e naturais.
  • A Circularise desenvolveu uma solução de tecnologia blockchain para ajudar as partes interessadas em todas as cadeias de suprimentos a rastrear matérias-primas da origem ao produto, garantindo que não haja exposição a riscos de dados confidenciais.
  • A Recykal facilita as transações para todas as partes interessadas na cadeia de valor de gestão e reciclagem de resíduos da Índia para promover uma reciclagem mais eficiente de resíduos plásticos.
  • A SokoFresh criou um armazenamento a frio escalável e replicável como solução de serviço para eliminar a perda de alimentos pós-colheita nas cadeias de valor dos pequenos agricultores.

Economia Circular no Brasil: como funciona?

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, no Brasil, já são várias as ações de Economia Circular que podem ser citadas: 

  • Geração de investimento e emprego nos setores de Design e recuperação de materiais;
  • no segmento eletroeletrônico, com a recuperação dos materiais e novos serviços;
  • no de construção civil, com a redução e reaproveitamento dos resíduos gerados;
  • no têxtil e confecções, com novos materiais e cadeias circulares de valor;
  • no ramo de plástico, com grandes oportunidades de redução e recuperação, além da produção de novos materiais;
  • na área de TICs com virtualização de ambientes e produtos físicos;
  • na agropecuária com técnicas de reúso de água e energias renováveis (solar, biodigestores, eólica, biomassa).

No entanto, ainda falta muito para que o país atinja um grau satisfatório. Para isso, deve haver investimento nos objetivos da Economia Circular, desde o design até a colaboração para que se atinja um gerenciamento eficiente dos recursos naturais e consequente redução dos resíduos sólidos gerados.

Um grande exemplo de empresa com programa de Economia Circular bem definido no Brasil é a Trocafone

Essa organização trabalha com a reutilização de aparelhos eletrônicos usados, os quais serão recolocados à venda, após uma análise técnica. Celulares e tablets que virariam lixo eletrônico ganham nova vida por meio da reutilização.

Deseja saber mais sobre a empresa e sobre o mundo da sustentabilidade? Acesse o blog da Trocafone e confira mais artigos sobre o tema.

Melhor para o seu bolso e para o planeta, saiba mais sobre a Trocafone.