Nas últimas décadas os aparelhos celulares passaram de um item de luxo para um objeto extremamente comum e que pode ser visto nas mãos de praticamente qualquer pessoa.

Os números aqui no Brasil impressionam, existindo até mesmo mais linhas móveis do que habitantes. Sabendo dessa realidade, a criançada também não quis ficar para trás, exigindo dos pais a compra de um aparelho celular de presente.

E não é só para realizar os desejos infantis que os responsáveis devem cogitar a aquisição de um produto desse: o telefone pode ser muito importante para criar uma relação mais próxima com os filhos e até para garantir a segurança deles.

No post de hoje vamos entender melhor o que levar em consideração na hora de comprar um celular usado para crianças!

Considere o custo-benefício

A principal vantagem em se comprar um aparelho celular usado é exatamente o preço. Mas isso não deve ser o único norte a guiar os pais, porque nem sempre o que é mais barato vai ser a melhor alternativa.

O primeiro item a ser analisado é o custo-benefício que aquele aparelho vai dar para seu filho. Ele deve ter um preço acessível, mas estar de acordo com as funcionalidades dos dias de hoje e compatível com o que uma criança espera como configuração mínima para que ele seja realmente útil.

Já que o usado é uma aquisição mais em conta, então é uma boa tática investir num modelo que cobre um valor razoável, mas ofereça algo realmente válido.

Compre uma opção simples de usar

Por mais que as crianças estejam nascendo com a tecnologia disponível a todo o momento e cresçam bem familiarizadas com esse tipo de aparelho, é preciso levar em conta as limitações que a idade impõe e optar por uma alternativa mais viável para elas.

O ideal é escolher um produto que tenha uma interface mais simples, cuja utilização seja mais intuitiva e sem muitas complicações.

Veja se ele possui os recursos que a criança espera

As crianças estão cada vez mais ligadas e, nos dias de hoje, não adianta dar um celular muito básico. Enquanto há alguns anos elas pulariam de alegria com aquelas versões “tijolo” dos aparelhos móveis, atualmente não vale mais um produto que só consegue ligar ou mandar SMS. É preciso que ele comporte aplicativos (uma das grandes atrações dos celulares atualmente), tenha uma boa câmera digital e, logicamente, memória suficiente para fotos e, sem falta, acesso à internet! Os modelos touchscreen são os favoritos da garotada, embora isso não seja mandatório na hora da decisão.

Esses são os principais itens a serem levados em conta na hora de comprar um celular usado para seus filhos. Essa escolha pode ser muito útil e deixar os pais seguros nos mais diversos momentos, mas é preciso ter atenção para fazer a melhor opção.

Quer encontrar diversos aparelhos em excelente estado de conservação, com garantia de qualidade? Não deixe de conferir a nossa página www.trocafone.com e fique por dentro das melhores promoções de celular seminovos da internet! Até a próxima!