Com mais de 38 milhões de aparelhos, de acordo com um estudo realizado pela eMarketer, o Brasil é o 6º maior utilizador de smartphones do planeta atrás apenas dos Estados Unidos e Japão.

O smartphone deixou de ser um aparelho de luxo e tornou-se acessível: hoje em dia todo mundo precisa — ou pelo menos deseja — um celular que faça mais do que ligações e envie SMS. Com a crescente produção e venda desses aparelhos no mercado empresas golpistas, é claro, não quiseram ficar de fora. Os celulares piratas estão em todos os lugares e nem sempre é fácil de saber quando se trata de uma imitação.

Para ajudar a evitar que você compre um smartphone que talvez venha a não ser tão “smart” assim, fizemos este post com algumas dicas. Confira:

Preço atraente — será?

Uma das principais diferenças entre os smartphones originais e os feitos de segunda mão é o preço, principalmente quando são cópias mal feitas. A não ser que você esteja comprando fora do Brasil, o preço de um aparelho irá sempre se manter dentro de uma faixa. Dessa forma, quando encontrar um aparelho por um valor muito abaixo dos outros, desconfie. É bem possível que seja uma imitação e, no fim das contas, o suposto desconto não valerá a dor de cabeça. Vejamos o porquê:

Software instável

Às vezes, ao ligar um smartphone pirata, a imagem que aparece não é da marca ou, se é, tem claros problemas de definição. Nesse caso pode ter certeza de que o celular é pirata. Mas se tudo parecer ok num primeiro momento, o desempenho do sistema do celular — Android, na maioria das vezes — pode revelar a procedência do aparelho.

Como são cópias, esses smartphones não têm a mesma qualidade dos produzidos pelas empresas mais famosas e, portanto, dificilmente contam com dispositivos de alta tecnologia capazes de suportar os avanços dos sistemas. Travamentos constantes, caracteres estranhos no meio dos textos, incompatibilidade com aplicativos comuns – tudo isso pode ser indício de que seu smartphone é pirata.

O smartphone parece original, mas como ter certeza?

Se você pagou um preço de mercado pelo seu celular e tudo nele parece condizer com um original, mas mesmo assim você desconfia de que possa ser pirata, existe uma forma de tirar a prova. O aplicativo AnTuTu Officer vai te ajudar.

Para fazer o teste o primeiro passo é baixar o aplicativo no aparelho. Se necessário, permita o download de fontes desconhecidas no seu celular. Então, acesse o site no computador e, através do aplicativo, leia o QR code que será disponibilizado. Depois é só esperar os dados serem processados e o resultado ser apresentado. Caso apareça na tela “good”, com a marca e o modelo embaixo, o seu aparelho é original. No entanto, se a marca e o modelo aparecerem riscados, você está utilizando um smartphone pirata.

Os riscos de utilizar um aparelho que não é original são inúmeros, pois a segurança dos seus dados pode estar comprometida, principalmente se você possui muitas informações concentradas sobre dados bancários, de trabalho ou pessoais. Uma pequena brecha já é suficiente para você ser invadido e ter possíveis problemas.

Nossas dicas podem ajudar, mas a melhor maneira de evitar que você faça uma compra pirata é adquirindo o celular de uma fonte confiável.

Consulte o nosso site e encontre o smartphone seminovo que você deseja, com muita segurança e tranquilidade!