Há algum tempo os celulares se tornaram nossos amigos inseparáveis e, depois disso, criamos o costume de armazenar em nossos dispositivos diversas informações importantes e confidenciais. O aplicativo do banco, por exemplo, faz login praticamente sozinho e, se o seu celular cair em mãos erradas, isso pode te dar muita dor de cabeça. Por isso, a dica de hoje é sobre como bloquear um aparelho roubado, furtado ou até mesmo perdido por aí.

Veja também: Celulares Motorola em oferta


Talvez você não saiba, mas todos os celulares possuem um número de identificação internacional, conhecido como IMEI (do inglês International Mobile Equipment Identity). Quando esse código é bloqueado na ANATEL, o aparelho fica impossibilitado de realizar qualquer tipo de função e suas informações não poderão ser violadas por terceiros.

1. Como descobrir o IMEI do celular?

Existem algumas formas de verificar o número do IMEI do seu aparelho. Na caixa do produto, por exemplo, as fabricantes costumam posicioná-lo próximo ao código de barras. Se você ainda possuir a nota fiscal da compra, também é possível encontrar o número nela. No caso dos aparelhos com bateria removível, o IMEI geralmente fica sob a bateria.

https://www.youtube.com/watch?v=LdCZB7quZFY

Porém, a maneira mais fácil de conseguir o IMEI é digitando *#06# no telefone, como se você fosse efetuar uma ligação. Este procedimento serve tanto para celulares Android, quanto para os iPhones. O código – com 15 dígitos – será exibido imediatamente na tela; anote o número e guarde em um lugar seguro.

2. Em caso de roubo ou furto, faça um Boletim de Ocorrência.

Em caso de furtos (quando você não viu ou não percebeu como ocorreu o ato), geralmente é possível realizar o registro da ocorrência pela internet. Entretanto, nos casos de roubo, você precisa se dirigir à delegacia mais próxima. Não esqueça de ter o B.O. em mãos quando ligar para a operadora.

3. Entre em contato com a Operadora.

Além do seu documento de identidade, a operadora deve solicitar o IMEI do celular e o Boletim de Ocorrência, além de outras informações relevantes antes de efetuar o bloqueio. Você deve solicitar a restrição imediata do IMEI do seu aparelho e também do chip SIM com seu número de telefone (esse, por sua vez, pode ser recuperado posteriormente).

Pronto! Bloqueando o IMEI do seu smartphone você impedirá que outra pessoa utilize-o para qualquer fim. Depois disso, um indivíduo que tentar utilizar o seu celular apenas encontrará uma mensagem informando que o aparelho está bloqueado, sem ter acesso a nenhum conteúdo do dispositivo.

Os aparelhos vendidos pela Trocafone, por exemplo, não apresentam nenhum tipo de restrição de uso, pois o IMEI de cada celular é consultado para ter certeza de que não são de procedência duvidosa.

Gostou da #DicadaTroca? Deixe um comentário abaixo se tiver dúvidas relacionadas ao tema :)

Além disso, se você quiser saber mais novidades sobre tecnologia e outras coisas, visite nossas entradas mais populares clicando aqui