Nossas ações, os produtos que compramos, a maneira que pensamos, como interagimos com amigos e familiares e até mesmo nossas escolhas de lazer: tudo tem um impacto no mundo, seja para melhor ou para pior. 

Há muitas coisas que podemos fazer para contribuir diariamente para um mundo melhor. Como indivíduos, podemos começar reconhecendo o trabalho das nossas famílias e nossos amigos até entendermos nosso papel para a comunidade da qual somos parte.

Porém, examinar nossas vidas para identificar como nosso estilo de vida contribui para a desigualdade, injustiça, mudança climática e pobreza nem sempre é uma tarefa fácil e envolve um certo esforço para descobrirmos quais ações, produtos, valores e interações realmente valem a pena.

Para criar mudanças no mundo, você deve primeiro mudar a maneira como vê o mundo, afinal, fazer a mesma coisa repetidamente esperando obter resultados diferentes é uma loucura, como dizia o físico alemão Albert Einstein (1879-1955). 

Se você até tem uma certa vontade de contribuir para um mundo melhor, mas está sem forças para começar, pequenas ações podem fazer a diferença. 

Quer salvar o mundo, mas bateu aquela preguiça? 

Basta um pouco de atitude para dar o pontapé inicial rumo à mudança. Além de não ter trabalho nenhum, você ainda pode ajudar a transformar o mundo sem ter que levantar do seu sofá. Experimente mudar!

Coisas que você pode fazer do seu sofá:  

1- Economize papel pagando suas contas pelo smartphone. Aproveite para cancelar extratos bancários em papel e fazer anotações em seu bloco de notas, Google Keep ou no próprio smartphone.

2 – Economize energia elétrica conectando aparelhos em um filtro de linha e desligue-o quando não estiver em uso, incluindo o cabo do computador e o carregador do smartphone.

3 – Compartilhe publicações interessantes. Se você apenas curte uma publicação nas redes sociais sobre um assunto importante como as mudanças climáticas ou sustentabilidade, por exemplo, compartilhe para que pessoas da sua rede vejam também.

4 – Peça às autoridades locais que se envolvam em iniciativas que não prejudiquem as pessoas ou o planeta. 

5- Apague as luzes. Sua TV e tela do computador já têm brilho suficiente, então, desligue as outras luzes se não precisar usá-las.

Coisas para você fazer em sua casa: 

1- Separe embalagens plásticas usadas. Depois de lavadas, qualquer tipo de embalagem de plástico pode ser reciclada. Recicle sacolas, garrafas pet, tampinhas, potes velhos e brinquedos quebrados.

​​2- Composte restos de comida. Compostar é o mesmo que decompor matéria orgânica pela ação de bactérias. Da compostagem se obtém um adubo natural perfeito para deixar suas plantas, e as da vizinhança toda, bem nutridas e bonitas.

3- Produtos novos não são necessariamente melhores. Seminovos, artigos de segunda mão e smartphones e tablets recondicionados são uma alternativa para você diminuir o impacto no planeta. Mas lembre-se: assegure-se de comprar de empresas que tenham práticas sustentáveis que não prejudiquem o meio ambiente.

4- Caminhe até locais próximos, use a bicicleta ou o transporte público para viagens mais curtas. Dessa maneira, 

5- Descubra com quais problemas sua comunidade local está lutando e dedique seu tempo para ajudar a inspirar mudanças positivas.

Inspire-se também nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

Elaborados em 2015 pela Organização das Nações Unidas (ONU), os ODS, como são conhecidos, surgiram para “assegurar os direitos humanos, acabar com a pobreza, lutar contra a desigualdade e a injustiça, alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento de mulheres e meninas, agir contra as mudanças climáticas, bem como enfrentar outros dos maiores desafios de nossos tempos”, de acordo com definição da própria ONU.

Os ODS servem como guia para enfrentarmos os grandes problemas da atualidade, como crescimento econômico, inclusão social e proteção ambiental. Divididos em 169 metas ambiciosas para transformar o mundo, eles são parte de um plano de ação em favor das pessoas, do planeta e da prosperidade conhecido como Agenda 2030.

Ao todo são 17 ODS, que refletem ainda a necessidade de impulsionar alianças entre entidades públicas e privadas para encontrar soluções para o mundo. São eles:

1. Erradicação da Pobreza

2. Fome Zero e Agricultura Sustentável

3. Saúde e Bem-estar

4. Educação de Qualidade

5. Igualdade de Gênero

6. Água Potável e Saneamento

7. Energia Acessível e Limpa

8. Trabalho Decente e Crescimento Econômico

9. Indústria, Inovação e Infraestrutura

10. Redução das Desigualdades

11. Cidades e Comunidades Sustentáveis

12. Consumo e Produção Sustentáveis

13. Ação Contra a Mudança Global do Clima

14. Vida na Água

15. Vida Terrestre

16. Paz, Justiça e Instituições Eficazes

17. Parcerias e Meios de Implementação

Para alcançar as metas de cada um dos 17 ODS precisamos contar com a ajuda de governos, empresas, sociedade civil e pessoas em todos os lugares e em todas as frentes, já que o prazo estabelecido pela ONU foi de 15 anos. Sabemos que até 2030 será difícil cumprirmos com essa missão. Mas você já parou para pensar em quanta coisa mudou nesses últimos 15 anos? 

A Trocafone e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

A Trocafone nasceu em 2015, mesmo ano da elaboração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Desde o início, implementamos a economia circular na prática e estamos alinhados ao ODS 12 de Consumo e Produção Sustentável, que busca assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

Em nosso esforço para reduzir a geração de resíduos por meio da prevenção, redução, reciclagem e reuso, conseguimos destinar mais de 13 milhões de toneladas de lixo eletrônico para a logística reversa e reciclagem e firmamos parcerias com organizações-chave para doarmos mais de 20 mil aparelhos, proporcionando a inclusão digital para quem não tem recursos.

Fontes: “Guia do Preguiçoso para Salvar o Mundo” (ONU, 2017). SDG Goals (ONU).