Pegar fila em banco está se tornando coisa do passado. Os avanços da tecnologia móvel permitiram que os bancos pudessem se dedicar à criação de aplicativos que simplifiquem a vida de seus clientes e diminuam as filas nas agências.

Hoje, 90% das transações bancárias podem ser realizadas por meio da telefonia móvel (smartphones e tablets). Mas será que são transações seguras? Confira.

3G, 4G ou Wi-Fi?

Por mais que se tomem medidas de segurança, as transações feitas on-line não são 100% seguras. Durante as movimentações, há uma volumosa troca de dados que pode ou não ser interceptada por alguém mal-intencionado.

De acordo com especialistas em segurança de dados, dentre as três formas de conexão – 3G, 4G e Wi-Fi, a menos confiável é a conexão via Wi-Fi. Isso acontece porque, embora as redes de dados disponibilizadas pelas operadoras de celular apresentarem vulnerabilidades, hackeá-las exige tempo e muita habilidade, além de ter um custo elevado.

Aplicativos oferecem maior segurança

Para minimizar os prejuízos causados pelos incessantes ataques de hackers, os bancos possuem equipes especializadas em segurança da informação. Os aplicativos desenvolvidos por elas garantem a segurança na transmissão e recebimento dos dados durantes as movimentações financeiras. Isso inclui, principalmente, a utilização do navegador do dispositivo móvel nas conexões 3G, 4G ou Wi-Fi para acessar a conta.

Além disso, à medida que ocorrem tentativas de invasão cibernética em seus bancos de dados, as instituições financeiras conseguem colher informações para desenvolverem medidas de segurança cada vez mais fortes e implacáveis contra os ataques de invasores.

Dessa forma, ao abrir o aplicativo oficial de um banco, o certificado digital se conecta ao servidor da instituição para conferência de dados.

Mas, ainda é preciso atenção. Vírus que são instalados em celulares para roubar dados estão cada vez mais comuns e podem se infiltrar nos aplicativos ou até criar um aplicativo falso da instituição. Fique atento!

Você realiza transações bancárias usando 3G, 4G ou Wi-Fi? Conte para a gente nos comentários o que você faz para manter seus dados protegidos.