Já ouviu falar em nomofobia? É o nome designado para quem tem medo de ficar desconectado e esse é um problema da sociedade moderna: muitos entram em pânico com a possibilidade de ficar incomunicável ou sem acesso ao smartphone por falta de bateria.

Mesmo com o lançamento de aparelhos cada vez mais potentes, a baixa autonomia da bateria ainda é alvo de reclamação da maioria dos usuários. Para ajudar a resolver esse problema, o carregador portátil para celular surge como uma opção para garantir, ao menos, alguns minutos a mais de uso da bateria.

Mas será que vale mesmo a pena utilizá-lo? Confira a seguir algumas curiosidades.

Como é o desempenho do carregador portátil para celular?

Como regra geral, o carregador portátil para celular conta com uma quantidade limitada de amperes, indo normalmente de 1000 mAh a 4500 mAh, a mesma da maioria das baterias dos smartphones. Com isso, é importante ter em mente que, se o seu smartphone possui bateria de 2300 mAh, por exemplo, então um carregador de 1000 mAh fornecerá menos da metade de carga.

Também é importante levar em consideração que, na maioria dos casos, o carregador portátil deve ser carregado previamente para que possa fornecer a energia necessária para o seu celular. A única exceção são os descartáveis, que após fornecerem uma determinada quantidade de carga, não podem mais ser reutilizados.

Quando os carregadores portáteis podem ser indispensáveis?

A facilidade de não estar preso a uma tomada é uma das grandes vantagens do carregador portátil para celular, já que nem sempre encontramos uma estação para carregar nossos dispositivos. Sendo assim, esse tipo de carregador se mostra muito eficiente para quem trabalha usando o smartphone em lugares remotos, por exemplo, pois se torna uma garantia de não abandonar um serviço pela metade.

Porém, se você está perto de uma tomada no trabalho, então o uso do carregador portátil é dispensável, pois o carregador original fornece mais energia em menos tempo.

Esqueceu o carregador convencional em casa?

Outra situação em que esses dispositivos são indispensáveis é quando você esquece o carregador convencional em casa. Ainda que tenha uma tomada por perto, você não será capaz de utilizá-la e, nesse sentido, a opção portátil o ajuda a conseguir maior duração da bateria.

Vale a pena utilizar um carregador portátil para celular?

A resposta é simples: depende da situação em que você se encontra e de suas necessidades. Se você precisa terminar uma atividade no celular e não tem tomada por perto, ou esqueceu o carregador convencional em casa, então vale a pena.

Do contrário, esse é um tipo de carregamento que pode não ser benéfico para você, pois seu desempenho é considerado mediano e, conforme dito acima, pode ser que não forneça toda a carga necessária para o seu aparelho. Além disso, não é recomendada a substituição do carregador original do smartphone pois, em muitos casos, pode ocorrer a perda de autonomia.

 

Compartilhe com a gente sua experiência com carregadores portáteis nos comentários abaixo (: