A maioria dos usuários que procuram assistência técnica porque o celular não carrega buscam uma solução rápida para o problema. Afinal, sabemos que, hoje em dia, a falta do smartphone pode gerar diversos transtornos.

Dependendo da causa do defeito, é possível consertá-lo imediatamente. Muitas vezes, o motivo da falha é uma tomada com mau contato, um carregador que não está bem encaixado ou a presença de resíduos na porta de entrada do aparelho. 

Quando há pane na bateria ou no circuito interno, a resolução pode levar mais tempo. No conteúdo de hoje, vamos mostrar algumas como identificar possíveis causas do defeito e o que fazer quando o celular não quer carregar

Celular não quer carregar: o que fazer

Quando o celular não carrega, logo pensamos em duas possibilidades: o carregador estragou ou a bateria pifou de vez. Apesar de representarem grande parte dos casos, essas não são as únicas razões das dificuldades de carregamento. 

Uma atitude que pouca gente toma quando o celular não quer carregar, por exemplo, é verificar as tomadas e os adaptadores. Confira se a tomada em que você conectou o carregador está operando normalmente. 

Pode ser que, por uma disfunção na distribuição de luz ou por uma pane no sistema de fiação ela não esteja funcionando de forma adequada. Conecte outro aparelho, como um abajur ou um ventilador e verifique se há corrente elétrica

Observe, também, se nenhum acessório, como capinha ou película, está pressionando algum botão ou cobrindo os sensores do celular. Veja outras medidas que podem ser tomadas quando o celular não carrega: 

  1. Reinicie o celular

Toda vez que o celular é reiniciado o sistema operacional fecha automaticamente todos os aplicativos. Caso a bateria esteja sendo bloqueada por algum programa ou software específico, ela voltará a funcionar após a finalização do processo. 

Observe se o smartphone não está quente. O superaquecimento pode acontecer por armazenamento incorreto ou por alta temperatura. Espere-o esfriar e atualize o sistema operacional para a versão mais nova disponível.

Se, mesmo depois da restauração, o smartphone não aceitar o carregamento, desligue o aparelho e tente carregá-lo com ele desligado. Persistindo o problema, passe para o próximo teste, que é o de verificar se não há nenhum resíduo na entrada do telefone. 

  1. Limpe a entrada do cabo no aparelho

Você costuma colocar o seu smartphone no bolso na calça ou em compartimentos de mochilas? Pode ser que algum fiozinho tenha se soltado ou que alguma sujeira tenha ficado agarrada na entrada de carga do celular. 

Quem tem algum animal de estimação, especialmente gatos e cachorros, também devem tomar cuidado com o pelo dos bichinhos, que podem se acumular nos cabos e nos conectores.

Na maioria das vezes, esses resíduos são praticamente imperceptíveis a olho nu, mas são suficientes para que a porta de conexão seja obstruída. Além de fazer o celular não carregar, esses restinhos podem causar prejuízos, se não forem removidos corretamente.

Para limpar as portas USB, USB-C ou lightning, utilize uma lanterna ou algo que deixe a região muito bem iluminada. Quem tiver em casa lente de aumento, como a lupa, é interessante usá-la para facilitar a identificação dos detalhes. 

Caso encontre alguma impureza, tente removê-la com o máximo de cuidado possível. Evite instrumentos pontiagudos ou frágeis, que podem quebrar e danificar o sistema. 

Não tem problema se você não se sentir seguro para fazer o procedimento sozinho. Você pode pedir ajuda profissional. As assistências técnicas especializadas realizam o serviço rapidamente e, se houver algum dano físico na entrada do cabo, eles conseguem fazer o reparo.  

  1. Verifique o funcionamento do carregador e do cabo 

Os cabos, tanto do sistema Android quanto os Lighting, do iOS, costumam ser bem frágeis. Dependendo da maneira como eles são manuseados e guardados, sua vida útil pode ficar ainda menor. 

Uma forma simples de testar a resistência do seu cabo é utilizar outro cabo do mesmo modelo para tentar recarregar seu celular. Se ele sinalizar aumento de caga, a falha provavelmente estava no cabo, e será necessário substituí-lo de maneira definitiva. 

Vale lembrar que todas as vezes que falamos sobre experimentar outros carregadores e fios, estamos nos referindo a produtos originais e homologados. Acessórios falsificados, além de estragarem com mais facilidade, podem danificar permanentemente o celular. 

Para verificar se o seu carregador está funcionando corretamente, teste-o em outro celular. Se ele operar normalmente em outro dispositivo, o problema provavelmente é em seu aparelho. 

Por outro lado, se ele não carregar, troque o carregador. O modelo deve ser idêntico ao que veio na caixa original. Não compre nenhum produto falsificado ou não homologado pela Anatel. Para garantir a qualidade do produto, compre no Marketplace da Trocafone

  1. Acione o Modo de Segurança

Quando o processo de reiniciar o aparelho não funcionar, pode ser necessário fazer o backup no modo de segurança. Nesse modo, os arquivos do ficam protegidos e não sofrem interferência dos outros aplicativos e, por isso, ele consegue resolver problemas no software. 

Nos aparelhos Android, o modo de segurança é ativado quando o usuário pressiona o botão  ‘liga/desliga’ do seu celular até aparecer a mensagem ‘Reiniciar no modo de segurança’. Basta clicar em ‘Ok’ para confirmar e esperar a finalização do processo. 

Em aparelhos iOS, a partir do iPhone 8, é preciso pressionar e soltar o botão de aumento de volume de maneira rápida e, logo em seguida, repetir a operação com o botão de diminuir. Depois, é necessário segurar o botão  ‘liga/desliga’ até que seja projetada a mensagem ´conecte ao iTunes´, que já é o modo de recuperação.  

Se, mesmo após todas as tentativas, o celular ainda não carregar, busque assistência técnica para examinar a saúde da bateria e do seu smartphone, de maneira geral. 

Onde buscar assistência especializada

Por mais que você siga todas as instruções de segurança e de manutenção do aparelho, é normal que a vida útil da bateria diminua com o tempo. 

A análise do estado da bateria deve ser feita com profissionais, pois ela contém materiais tóxicos que podem prejudicar tanto a saúde do usuário quanto a do próprio telefone. É fundamental deixar o seu celular em boas mãos. Faça um orçamento gratuito na Reparofone e tenha de volta um aparelho funcional, com 90 dias de garantia!