Para entender o conceito de economia sustentável, é preciso compreender primeiramente a economia clássica.

Essa última considera que o Planeta Terra possui recursos infinitos, que as matérias-primas são ilimitadas e podem ser utilizadas sem cautela. Isso leva justamente à escassez dos recursos naturais e também à destruição da natureza com poluição e acúmulo de lixo.

Visando uma melhora desse cenário, surgiu a chamada economia sustentável, a qual nasce com o intuito de fornecer teorias para um desenvolvimento sustentável da economia.

Este artigo foi criado para lhe explicar tudo o que você precisa saber sobre economia sustentável. Quer saber mais sobre esse conceito? Continue lendo este post e descubra!

O que é economia sustentável?

Economia sustentável é um conceito que nasceu na intenção de consertar os percalços deixados pela economia clássica, que tem à vista somente o crescimento econômico.

Com a intenção de poupar os recursos naturais, a ideia de economia sustentável surgiu para mostrar que esses são escassos. 

Além disso, devem ser preservados para que o mundo seja então capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender às demandas das gerações futuras.

Exemplos de economia sustentável

Existem muitas empresas no Brasil e no mundo que adotaram o modelo de economia sustentável. 

Esses empreendimentos viram como é importante a preservação do meio ambiente para garantia do atendimento às necessidades das gerações atual e futuras.

Do Brasil, podemos citar alguns exemplos dentre muitos outros. São eles:

Trocafone

A Trocafone é uma empresa brasileira com sedes no Brasil e na Argentina, que nasceu com o intuito de levar tecnologia a todas as camadas da população, de forma consciente e sustentável.

Por meio da revenda de produtos eletrônicos seminovos como celulares e tablets, a Trocafone dá vida a itens que seriam descartados e faz com que o número de lixo eletrônico nos países diminua.

Natura

Por meio de fórmulas naturais, embalagens ecológicas e sem testes em animais, a Natura revolucionou a fábrica de cosméticos trazendo para o mundo a ideia de que a Terra não tem refil, por isso, deve ser cuidada agora.

Faber Castell

A Faber Castell é uma empresa também consciente e de economia sustentável no mundo dos materiais escolares.

Produzindo mais de dois bilhões por ano, é a maior fabricante de lápis de madeira do mundo. 

Eles utilizam madeira de reflorestamento para confecção de seus produtos, provenientes de florestas responsáveis pela absorção de mais de 900 mil toneladas de gás carbônico, as quais também neutralizam as emissões de gases de suas fábricas.

Importância da economia sustentável

A economia sustentável é importante para o desenvolvimento do mundo, pois garante a manutenção e preservação do meio ambiente.

Por meio dela, muitas ações são capazes de impactar positivamente o planeta, dentre elas estão:

  • Conscientização no uso de matérias-primas;
  • Consumo de energias alternativas;
  • Recommerce;
  • Redução do consumo de água e energia.

Ademais, pensar em economia sustentável é bom não somente para o meio ambiente, mas também para os negócios, visto que é mais barato, a médio prazo, trabalhar com economia circular, por exemplo.

Além disso, impactos negativos no meio ambiente afetam o clima, e isso faz com que as colheitas sejam prejudicadas, o que afeta de forma ruim o desenvolvimento da indústria, que precisa de matérias-primas que advém da natureza.

Como colocar em prática a economia sustentável?

A economia sustentável pode ser colocada em prática de formas diversas, mas boas ações para quem está começando no mundo da sustentabilidade são:

Economia circular

A economia circular aposta na ideia de que um ritmo circular de produção pode ajudar na sustentabilidade.

O conceito de economia em círculo diz que seria bom para a Terra que os recursos naturais tivessem um ciclo de adição e retenção de valor, além da regeneração dos recursos naturais, para, então, preservar o meio ambiente.

Compensação ambiental

O conceito de compensação ambiental está atrelado à ideia de que uma empresa é capaz de compensar os impactos ambientais que causa.

Por exemplo, a citada Faber Castell que plantou florestas suficientes para absorção dos gases que emite. Ou também empresas que reciclam uma quantidade de embalagens proporcional à que produzem.

Conscientização socioambiental

Os hábitos de consumo da população estão mudando. As pessoas, no geral, estão mais preocupadas com a origem dos produtos que consomem e, assim, cobram das empresas que elas também tenham ações sustentáveis.

A conscientização ambiental é muito importante pois gera um ciclo: tanto os consumidores cobram das empresas que se adequem à economia sustentável, quanto as empresas que se prestam a ações sustentáveis incentivam os seus clientes a essas práticas.

Por fim, entendendo o conceito de economia sustentável, foi possível verificar sua importância e possíveis práticas. Agora que você já sabe tudo isso, confira outros artigos  sobre sustentabilidade.