As discussões sobre sustentabilidade têm sido cada vez mais frequentes em eventos ambientais e climáticos ao redor do mundo. 

A preocupação com o esgotamento de materiais não renováveis afeta não só as empresas, no seu modo de produção, como também os consumidores. 

Uma pesquisa mostrou que, de 2020 a 2021, houve um crescimento de 112% nas compras de produtos sustentáveis no Brasil. A tendência é que esse número aumente ainda mais. 

Sabendo da importância do debate sobre o tema, fizemos um conteúdo específico com as principais informações sobre sustentabilidade. Vamos abordar conceitos fundamentais, como economia circular, tecnologias sustentáveis e ecoinovação, dentre outros pontos. 

O que é sustentabilidade?

Durante todo o nosso texto, vamos falar sobre sustentabilidade e maneiras de colocá-la em prática. Mas o que, exatamente, é sustentabilidade? Continue a leitura e saiba mais sobre essa definição. 

Conceito de sustentabilidade

A palavra sustentabilidade vem do latim sustentare, que significa sustentar, conservar, apoiar. Ou seja, a sustentabilidade busca garantir a qualidade de vida da população atual,  sem afetar a habilidade de as gerações futuras terem suas necessidades supridas.

O conceito passou a ser mais discutido nas reuniões da Organização das Nações Unidas e, em 2015, foram definidos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Essas metas foram traçadas para que os países, as instituições, as empresas e a sociedade, de forma geral, se respaldem no desenvolvimento sustentável para cumprirem os seguintes propósitos: 

  1. Erradicação da Pobreza;
  2. Fome Zero;
  3. Saúde e Bem-estar;
  4. Educação de Qualidade;
  5. Igualdade de Gênero;
  6. Água Potável e Saneamento;
  7. Energia Limpa e Acessível;
  8. Trabalho Decente e Crescimento Econômico;
  9. Indústria, Inovação e Infraestrutura;
  10. Redução das Desigualdades;
  11. Cidades e Comunidades Sustentáveis;
  12. Consumo e Produção Responsáveis;
  13. Ação Contra a Mudança Global do Clima;
  14. Vida na Água;
  15. Vida Terrestre;
  16. Paz, Justiça e Instituições Eficazes;
  17. Parcerias e Meios de Implementação;

Esses objetivos só conseguem ser alcançados se houver dedicação por parte de diversos setores da sociedade, que podem encontrar suporte nos pilares da sustentabilidade. 

Tripé da sustentabilidade

O tripé da sustentabilidade é composto por três bases. Para que as ações possam ser sustentáveis, é fundamental que esses três pilares sejam bem estruturados: 

  • Pilar ambiental: relativo aos recursos naturais e a maneira como são utilizados pelas empresas e pela sociedade; 
  • Pilar empresarial ou econômico: produção, distribuição e consumo de bens e serviços, levando em conta as questões sócio-ambientais; 
  • Pilar social: inclui pessoas e suas condições de vida, como saúde, educação, lazer e qualidade de vida. 

Apesar de, para gerar efeitos positivos, esses elementos do tripé terem que funcionar em conjunto, cada um deles é considerado um tipo diferente de sustentabilidade, como mostraremos a seguir. 

Tipos de sustentabilidade

Os pilares da sustentabilidade devem ser bem sólidos para que toda a estrutura possa ser concretizada. Agora, vamos mostrar como fortalecer esses tipos de sustentabilidade: Ambiental, Empresarial e Social. 

Sustentabilidade Ambiental 

A Sustentabilidade Ambiental se baseia no uso adequado dos recursos naturais, com o objetivo de certificar que todas as gerações, presentes ou futuras, tenham meios suficientes para manterem uma vida saudável.

Ao incentivar discussões sobre problemas ambientais, como efeito estufa, aquecimento global e poluição, a Sustentabilidade Ambiental visa a harmonia entre desenvolvimento social e econômico, sem abrir mão da preservação de recursos naturais.

Sustentabilidade Empresarial 

A principal meta da Sustentabilidade Empresarial é fazer com que as empresas se desenvolvam de maneira sustentável. Mas o que isso quer dizer?

A Sustentabilidade Empresarial surgiu para comprovar que é possível fazer as companhias crescerem de maneira consciente, pensando no uso de recursos naturais e no seu impacto social. Sendo assim, elas passam a ser ecologicamente corretas e mais justas, permitindo o acesso mais democrático aos materiais produzidos. 

Sustentabilidade Social

O objetivo da Sustentabilidade Social é reduzir as desigualdades e assegurar o bem-estar de toda a população. Esse tipo de sustentabilidade, portanto, foca na tentativa de melhorar a qualidade de vida da população. 

Ao colocar a Sustentabilidade Social em prática, todos passam a defender o pleno direito à cidadania, através do acesso a serviços básicos, como Educação, Saúde e Segurança.  Para que isso seja possível, é preciso que haja um esforço coletivo entre Estados, empresas e sociedade civil. 

Principais exemplos de sustentabilidade

Existem várias formas de exercitar a sustentabilidade no dia a dia, mas 3 delas têm ganhado cada vez mais destaque em relação ao tema: 

  • Atitudes e ações individuais;
  • Confecção e uso de produtos sustentáveis;
  • Tecnologias sustentáveis;  

As ações individuais são pequenas atitudes que podem ser tomadas por cada cidadão, em sua própria casa e em outros ambientes que ela frequenta. Elas incluem economia de água, separação do lixo para coleta seletiva, redução no uso de sacolas plásticas e no consumo de carne bovina. 

Quando esses comportamentos se tornam parte do cotidiano, é possível expandir esses propósitos e implementar sistemas comunitários para beneficiar toda a comunidade. 

Em relação aos produtos sustentáveis, muitas empresas brasileiras já têm investido em materiais biodegradáveis e ecológicos, como é o caso da Natura, na área de cosméticos, e da Faber Castell, no setor de papelaria. 

Por serem feitas com materiais considerados mais pesados, como metais e gases, as tecnologias sustentáveis utilizam estratégias diferentes, mas seguindo o mesmo objetivo de reduzir os danos causados à natureza. 

Essas tecnologias visam evitar a obsolescência programada e o descarte de lixo eletrônico. A Trocafone, que promove a tecnologia sustentável, nasceu da iniciativa de promover a economia circular, conceito que explicaremos mais a fundo ao longo do conteúdo.  

Por meio da revenda de produtos eletrônicos seminovos, como smartphones e tablets, damos vida a itens que seriam descartados. Além de reduzir a produção de lixo eletrônico, levamos tecnologia a todas as camadas da população, de forma consciente e sustentável.

O que é produto sustentável?

Os produtos sustentáveis, como adiantamos anteriormente, são itens fabricados através de ações conscientes, visando a redução dos danos ao meio ambiente durante todo o processo de produção. 

Nesse tipo de confecção, todos os materiais passam por procedimentos rigorosos de controle, desde a extração da matéria-prima até sua comercialização. 

Mesmo depois das vendas desses itens, as empresas de produtos sustentáveis continuam incentivando a proteção da natureza, estimulando os consumidores a reutilizarem e reciclarem as embalagens. 

Principais critérios para um produto ser sustentável

Para ser considerado um produto sustentável, é preciso que ele preencha pelo menos um dos requisitos a seguir: 

  • Ter sido originado por fontes renováveis
  • Ser confeccionado com baixo consumo de energia e de água;
  • Ser feito com materiais biodegradáveis;
  • Demonstrar boa gestão de resíduos na produção; 
  • Apresentar redução da emissão de gases poluentes em sua fabricação. 

Dentre vários exemplos de produtos sustentáveis, podemos citar: lâmpadas de LED,  coletores solares, ecobags, celulares seminovos ou sustentáveis, cosméticos ecológicos e produtos de limpeza biológicos. 

Diferença de produto sustentável para produto orgânico

Muitas pessoas ainda acham que os dois conceitos são sinônimos, mas, na verdade, existem diferenças entre produto sustentável e produto orgânico

Como acabamos de apresentar, os produtos sustentáveis são baseados em sistemas sustentáveis de produção, utilizando, muitas vezes, a tecnologia como suporte. 

Por outro lado, segundo a legislação brasileira, os produtos orgânicos, tanto in natura quanto processados, são oriundos de sistemas orgânicos de produção agropecuária ou de sistemas que não prejudicam o ecossistema local. 

Os produtos orgânicos mais conhecidos atualmente são os alimentos orgânicos, as frutas sem agrotóxicos, as hortaliças sem adubos químicos e os cosméticos veganos ou não testados em animais. 

De forma resumida, podemos dizer que todo produto orgânico é sustentável, mas nem todo produto sustentável é orgânico

O que são atitudes sustentáveis?

As atitudes sustentáveis são as formas mais simples de praticar a sustentabilidade na sua rotina. Essas pequenas ações, individuais ou coletivas, podem desencadear mudanças importantes para a preservação da natureza e para a manutenção da vida saudável. 

Por meio das atitudes sustentáveis, as pessoas passam a repensar os modos de consumo, as relações econômicas e a compreender que as desigualdades sociais estão diretamente relacionadas à exploração dos meios de produção. 

Ao adotar essas medidas, os cidadãos ajudam o planeta e ainda reduzem gastos ao não consumirem mais itens que não são necessários. 

Se você ainda não adotou essa postura, vamos te mostrar como introduzir, aos poucos, a cultura da sustentabilidade. Na sua bolsa, todos os dias, passe a levar ecobags e canudos inox. Assim, dia após dia você diminui o consumo de plástico. 

O que é tecnologia sustentável?

A tecnologia sustentável, ou tecnologia verde, é baseada em inovações que priorizam a preservação do meio ambiente e impulsionam decisões ecológicas nos setores de tecnologia

As empresas tecnologicamente sustentáveis, como a Trocafone, incentivam a implementação de políticas internas que auxiliam na redução dos elementos causadores do aquecimento global e do efeito estufa. 

Com o apoio da alta tecnologia, as marcas priorizam a sustentabilidade ambiental através de recursos modernos. 

Como se relaciona sustentabilidade e economia?

A relação entre economia e meio ambiente, além de estudos sobre gestão adequada do meio ambiente, também envolve decisões políticas. 

As leis e as regras de cada país podem impulsionar empresas e organizações a pensarem de forma mais consciente, sem afetar a natureza e sem abrir mão dos próprios interesses. 

No caso do Brasil, por exemplo, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010) prevê o recolhimento de lixos eletrônicos pelos fabricantes, independente de iniciativas públicas.

Como podemos perceber, o lucro e as preocupações ambientais devem andar lado a lado, possibilitando que as empresas pensem em estratégias econômicas e ecológicas, ao mesmo tempo. 

O que é economia sustentável?

Economia sustentável surgiu como uma alternativa à economia clássica, que visava apenas o crescimento econômico, sem preocupação com possíveis impactos que seriam causados ao meio ambiente. 

O pensamento sustentável nos faz entender que o planeta possui recursos finitos, com matérias-primas limitadas, que podem ser esgotadas se utilizadas de forma indiscriminada. 

Buscando melhorar esse cenário, a economia sustentável tem o intuito de aliar desenvolvimento sustentável da economia e manutenção da natureza. 

Visando uma melhora desse cenário, surgiu a chamada economia sustentável, a qual nasce com o intuito de fornecer teorias para um desenvolvimento sustentável da economia.

A economia sustentável é importante para o desenvolvimento do mundo, pois garante a manutenção e preservação do meio ambiente. Para que ela seja colocada em prática, ela utiliza meios como a compensação ambiental, a conscientização socioambiental e a economia circular

O que é economia circular?

Ancorada na sustentabilidade, a economia circular busca o reaproveitamento inteligente dos recursos durante o processo produtivo. Ela se baseia em três pilares: redução, reutilização e recuperação.

A ideia da redução é utilizar o mínimo possível de recursos naturais e matérias-primas esgotáveis, como energia e água. A etapa seguinte seria a de reutilização, que transforma objetos através de reparos e consertos, reaproveitando elementos que já estão prontos e evitando o uso de novas substâncias.

Depois de reutilizadas as peças podem ser, ainda, recuperadas. Para isso, os produtos são reprojetados para que sejam funcionais novamente. 

A economia circular no Brasil vem ganhando mais adeptos. As empresas e as pessoas que adotam esse tipo de economia ajudam a manter um consumo dinâmico, efetivo e consciente, permitindo o equilíbrio ecológico e econômico. 

Diferença entre economia circular e economia linear

As diferenças entre economia circular e economia linear são enormes. Na verdade, são modelos de economia completamente opostos.

Na economia linear, os recursos naturais esgotáveis são extraídos e descartados logo após o período de uso, contribuindo para a extinção de mecanismos ambientais. A economia circular surgiu justamente para mudar esse pensamento e incentivar a reutilização dos materiais. 

Para que seja garantida a renovação do patrimônio natural e a manutenção de uma sociedade sadia, é fundamental substituir a economia linear, ainda implementada em muitas empresas, pela economia circular. 

É possível unir sustentabilidade e produtividade?

Sim! Ao longo do conteúdo, até aqui, mostramos diversos exemplos que comprovam que é possível aliar sustentabilidade e produtividade sem enfraquecer o lado ambiental ou o lado econômico. 

A otimização dessas relações fica ainda mais evidente quando, além da implementação de novas práticas por parte das empresas, a sociedade demonstra interesse em participar dessas mudanças

Quando falamos em tecnologia, por exemplo, sabemos que a maioria dos consumidores busca estar sempre com as novidades em mãos. A seguir, vamos mostrar que não é preciso abrir mão da modernidade para preservar o meio ambiente. 

Como se relaciona sustentabilidade e tecnologia?

A sustentabilidade só é realmente efetiva se andar lado a lado com a tecnologia. Isso porque os resíduos provenientes dos produtos eletrônicos, quando descartados de forma incorreta, são alguns dos maiores causadores de danos ambientais. Para evitar essa situação, é necessário investir nas tecnologias sustentáveis. 

O que são tecnologias sustentáveis?

As tecnologias sustentáveis, também chamadas de tecnologia verde, são um conjunto de inovações que priorizam a preservação do meio ambiente antes, durante e depois do processo de produção

Com maquinários e ações voltados para a sustentabilidade, as empresas conseguem reduzir a quantidade de elementos da natureza na fabricação das peças. Como consequência, também acontece a diminuição na produção de lixo e no descarte desses materiais. 

A implementação das tecnologias sustentáveis não atrapalha a modernização. Pelo contrário! Elas auxiliam na atualização dos equipamentos através de conhecimentos inovadores e sustentáveis.  

Quais são os principais tipos de tecnologia sustentáveis?

As tecnologias sustentáveis englobam diversos tipos de produtos, desde materiais instalados dentro de casa até elementos móveis, como celulares seminovos. 

Os coletores solares, por exemplo, são tipos muito eficazes de tecnologia sustentável. São placas que coletam energia do sol e aquecem a água das torneiras e do chuveiro com o calor armazenado. 

O investimento necessário para comprar as placas depende do material e da área que será utilizada. Com o passar dos anos, elas se tornam ainda mais econômicas e vantajosas. 

As lâmpadas de LED convertem mais de 80% da energia em luminosidade durante a noite. Sem afetar a luminosidade, elas garantem um consumo de energia 25 vezes menor que as lâmpadas convencionais. Elas reduzem gastos com energia elétrica e emitem menor quantidade de gás carbônico.

Outra alternativa é a torneira com fechamento automático. Ela é acionada apenas quando há aproximação ou movimento, evitando desperdício de água e proporcionando uma economia de até 70%. 

Se estamos falando em tecnologias sustentáveis, os aparelhos eletrônicos não poderiam ficar de fora, não é mesmo? Os celulares seminovos, como os vendidos na Trocafone permitem um acesso mais amplo à tecnologia e evitam que novas matérias primas sejam usadas.

Qual a importância de tecnologias sustentáveis?

O uso de tecnologias sustentáveis auxilia não só na conservação do meio ambiente, como também no reconhecimento da marca. Os valores sociais da empresa influenciam diretamente no nível de prestígio do negócio, e apresentar soluções sustentáveis cria vantagens competitivas

Confira outras vantagens de implementar as tecnologias sustentáveis: 

  • Preservação do meio ambiente: o uso das tecnologias sustentáveis ajuda a frear o consumo de papéis e outros materiais de escritório. As empresas devem garantir não só o desenvolvimento sustentável, mas também um ambiente saudável para funcionários e consumidores; 
  • Redução de resíduos e gases tóxicos: tecnologias sustentáveis aumentam a eficiência das operações e diminuem o uso de recursos naturais. Algumas máquinas são capazes de recuperar o gás carbônico dispersado e transformá-lo em energia limpa, evitando o efeito estufa e aumentando a lucratividade do negócio;
  • Economia financeira: processos sustentáveis utilizam materiais reaproveitados ou reciclados, aumentando a vida útil dos insumos. Além disso, as empresas reduzem desperdícios, diminuindo contas de luz e água; 

Os consumidores também são beneficiados com o uso de tecnologias sustentáveis. Além de terem a possibilidade de comprar produtos que contribuem para a preservação da natureza, eles também conseguem ter acesso às tecnologias por um preço reduzido

O que é eco inovação?

A eco inovação, ou inovação orientada para a sustentabilidade,  é uma forma de garantir o progresso através do desenvolvimento sustentável. 

Ela tem como objetivo a criação de preços competitivos, o suprimento das necessidades humanas e a proteção da qualidade de vida, com o uso mínimo de recursos naturais. 

Nesse modelo, são criados novos espaços de mercado, aplicados aos setores de produtos, serviços e tecnologias. A eco inovação também engloba a reestruturação de organizações já existentes. 

Agora que você já sabe tudo sobre sustentabilidade e entende a importância de investir em ações que protejam a natureza, confira as opções de celulares da Trocafone e faça parte das iniciativas sustentáveis!

Trocafone: Melhor para o seu bolso e para o planeta